Slidesgo Menu icon

Como apresentar dados de maneira eficaz

Como apresentar dados de maneira eficaz | Tutoriais e Dicas de apresentação

Você está olhando para o computador, com tudo preparado para criar uma apresentação com dados.  

Os números olham para você na tela, brutos e misturados.  

Como você começa?  

Os números sozinhos podem ser difíceis de compreender. Sem contexto, eles são apenas isto: números.  

Porém, se forem bem organizados, são capazes de contar uma história.  

Neste post, falaremos sobre a importância de estruturar os dados em uma apresentação e daremos dicas sobre como fazê-lo bem. Essas dicas são práticas e aplicáveis para todo tipo de apresentações, de planos de marketing a avanços médicos, a propostas de projetos e portfólios. 

O que é uma apresentação de dados?

Em muitos sentidos, a apresentação de dados é como contar uma história, feita com uma série de gráficos e tabelas. 

Um dos erros mais comuns dos apresentadores é mergulhar tanto nos dados que não conseguem vê-los de fora.  

Lembre-se sempre: o que faz sentido para você pode não fazer sentido para o seu público. Para mostrar números e estatísticas de maneira compreensível para o público, tome distância, coloque-se no lugar dos outros e pense no seguinte: 

  • Quanto eles sabem sobre o assunto?
  • Quanta informação precisam receber?
  • Quais dados vão impressioná-los?

Contextualizar também ajuda o público a visualizar e a entender os números. Para ajudar a conseguir isso, aqui estão três dicas sobre como representar os dados com eficácia.  

3 dicas essenciais sobre apresentação de dados

Quer você esteja usando o Apresentações Google ou o PowerPoint, ambos oferecem ferramentas de desenho que ajudam o seu público a entender seus dados quantitativos. 

A chave é saber usá-las e usá-las bem. Nestas dicas, vamos falar sobre os fundamentos da apresentação de dados que geralmente são ignorados, mas também ir além dos fundamentos para dar alguns conselhos mais profissionais. 


1. Usar o gráfico certo 


O lado negativo de ter tantas ferramentas à mão é que escolher qual usar é uma tarefa complicada.  

Os gráficos de pizza e de barra são, de longe, os métodos mais comuns, pois são versáteis e fáceis de entender. 

Se quiser dar uma incrementada, tente inovar. Quando os números permitem, escolha algo diferente como, por exemplo, gráficos de rosca, que podem ser usados para criar o mesmo efeito que os gráficos de pizza.

Porém, esses gráficos e tabelas convencionais nem sempre são aplicáveis a todos os tipos de dados. Por exemplo, se você está comparando diferentes variáveis e fatores, o gráfico de barras não ajuda muito. Por outro lado, uma tabela oferece um visual muito mais claro.

Dica pro: se quiser ir além do básico, crie suas próprias formas com tamanhos diferentes para refletir proporção, como vemos na seguinte imagem.

Os tamanhos não precisam ser uma representação exata das proporções. O que é importante aqui é que sejam discerníveis e tenham a mesma forma, assim, o público pode entender o conceito com uma só olhada. 

Observe que isso só deve ser usado para comparações com contrastes grandes. Por exemplo, seria difícil usar isso para comparar market shares de dois tamanhos, de 25 por cento e 26 por cento. 

 

2. Simplifique 

 

Quando se trata de criar dados quantitativos compreensíveis, a simplicidade é fundamental. 

Limite o máximo possível o número de elementos no slide e deixe só o essencial. 

Vê como este slide é simples? Seu olho vai diretamente aos percentuais da rosca porque não tem caixas de texto, ilustrações, gráficos, etc., para distrair a atenção. 

Às vezes, é preciso ter mais contexto para os números fazerem sentido. No intuito de deixar os slides simples, você pode tentar dividir os dados em dois slides, mas termina complicando as coisas. Por isso, colocar tudo em um só slide é a melhor opção. 

Nesses casos, nosso mantra “simplifique” ainda se aplica. O truco está no posicionamento simples e na formatação inteligente.  
 

Nos slides acima, usamos as caixas para destacar os números enquanto damos toda a atenção necessária ao gráfico principal. Isso os separa visualmente e ajuda o público a se centrar melhor. 

Como o slide já está bem cheio, é crucial usar o plano de fundo liso ou você corre o risco de atrapalhar o público.  


3. Use o texto com moderação e sabedoria 
 

Por último, porém não menos importante, nossa dica é quanto ao uso do texto. 

Só porque você está contando uma história com números não significa que não pode usar textos. Aliás, todo o contrário: o texto cumpre um papel fundamental na apresentação de dados e deve ser usado de maneira estratégica. 

Para destacar uma estatística particular, não tenha medo de se arriscar e fazer com que esse seja o ponto focal do seu slide para dar ênfase. Mantenha o texto mínimo e use-o apenas como complemento. 

Não se esqueça de formatar os números de maneira clara. As centenas dos números grandes devem estar separadas por pontos, afinal, 4.498.300.000 é muito mais fácil de ler do que 4498300000. Todo número correspondente deve ser formatado do mesmo jeito para ficar claro. 

Com a apresentação de dados, não se esqueça de que os números ainda são seus protagonistas, portanto, devem ser destacados com uma fonte maior e mais forte. 


Quando temos números e gráficos, o espaço é pequeno, então, cada palavra deve ser escolhida com cuidado.  

A chave aqui é garantir que o público entenda os dados apresentados de maneira rápida, mas algo vaga, como um chamariz, para que prestem atenção ao que você diz para obterem mais informação. 

→ Os modelos gratuitos de apresentação de slides da Slidesgo vêm com gráficos e quadros especialmente desenhados para você personalizar facilmente seus dados. Experimente! 
 

Related tutorials

Como adicionar e editar mapas no Google Slides | Tutoriais e Dicas de apresentação

Como adicionar e editar mapas no Google Slides

Os infográficos de mapa são muito úteis para qualquer apresentação, pois permitem transmitir dados de maneira rápida e fácil. Neste post, vamos explicar como incluir e editar mapas nas suas apresentações do Google Slides. Conteúdo Quando e por que usar infográficos de mapas? Como inserir um mapa na sua apresentação Como...

Infográficos: como eles podem melhorar sua apresentação? | Tutoriais e Dicas de apresentação

Infográficos: como eles podem melhorar sua apresentação?

O que é uma apresentação de infográficos? Talvez você já tenha ouvido falar da palavra “infográfico”. As empresas usam muito esse tipo de gráfico, mas do que se trata exatamente? Para resumir, os infográficos são representações visuais de dados, feitas de forma analítica e eficaz. Precisam ser visualmente atraentes e apresentar...

Como incluir infográficos no PowerPoint | Tutoriais e Dicas de apresentação

Como incluir infográficos no PowerPoint

Na hora de explicar assuntos ou informações complexas, nada como usar algumas ajudas visuais. Assim, a mente fará rapidamente as conexões entre as ideias ou a divisão dos conceitos. Que tal experimentar usar infográficos na sua apresentação de slides? Os infográficos são diagramas que ajudarão você a apresentar ou mostrar informações....

Como inserir infográficos no Google Slides | Tutoriais e Dicas de apresentação

Como inserir infográficos no Google Slides

A palavra “infográfico” quer dizer algo para você? São diagramas que funcionam como ajudas visuais. Você pode apresentar conceitos, processos, etapas e similares de um jeito bem simples. Eles podem ter textos, números ou ícones, além de formas e designs diferentes. Existem inúmeros tipos de infográficos: mapas mentais, funis, quebra-cabeças, calendários,...

Como criar um mapa mental no PowerPoint | Tutoriais e Dicas de apresentação

Como criar um mapa mental no PowerPoint

Os mapas mentais são uma ótima ideia para aprender uma série de conceitos, ideias ou informações de maneira bem visual. São similares aos diagramas hierárquicos que têm uma série de ramificações. Eles precisam ser equilibrados e ter níveis similares que se originam em um centro. Para dividir a informação em...

Como criar um mapa mental no Google Slides | Tutoriais e Dicas de apresentação

Como criar um mapa mental no Google Slides

Os mapas mentais são uma ferramenta eficaz que permite criar uma hierarquia com ideias e conceitos. Seu principal objetivo é entender e adquirir essa informação de maneira mais fácil. Eles parecem um diagrama e ajudam a aprender de maneira visual. Os mapas mentais são bastante úteis e ajudam a analisar, compreender...